Macri perdoa dívida bilionária de sua família, e culpa Cristina

Uma dívida de mais de 70 bilhões de pesos argentinos (equivalentes a 14 bilhões de reais, mais ou menos), desapareceram de uma canetada. O autor da canetada foi o presidente argentino Mauricio Macri, e a beneficiada pela medida é a família Macri. Se trata da bilionária dívida que a empresa Correo Argentino têm com o…

Suspensão da Venezuela: só política, nada jurídica

Por Francisco Denis Que 2016 vem sendo um ano turbulento no Brasil e no mundo não há nenhuma dúvida. Tampouco se ignora o fato de que as consequências das mudanças econômicas e políticas afetaram em cheio um dos blocos de integração mais estratégicos da região: o Mercosul. No ano em que completa o seu 25º…

A América Latina é uma região de paz?

Por Rubén Armendáriz * Não escasseiam os artigos que definem a América Latina e o Caribe como uma região de paz, e apesar de os países que a integram não se encontrarem entre as maiores potências militares do planeta, a região mantém uma tendência mundial de contínuo reforço de suas Forças Armadas, enquanto persiste a…

A teoria brasileira sabotadora da integração

Por Aram Aharonian * – artigo publicado originalmente no site América Latina en Movimiento O governo golpista brasileiro, ainda sendo interino, tomou cores de ditadura no que diz respeito a aplicar a teoria dos fatos consumados e da intervenção nos assuntos internos dos demais países, com a intenção manifesta de ser um “sub império” regional, a serviço…

A encruzilhada de um Mercosul sem consenso

Por Francisco Denis Sem se valer de teorias e conceitos, de forma simples, entende-se que consenso é quando duas ou mais partes chegam a um ponto em comum, numa determinada negociação sobre algum tema. Todos são ouvidos e suas opiniões respeitadas, desde o maior ao menor, seja qual for o poder de cada um na…

O jogo mais importante de todos os tempos

Poucos brasileiros são capazes de entender porque os argentinos se atrevem a dizer que Maradona é maior que Pelé, já que nossa crença na superioridade do nosso craque – certamente legítima – se baseia em números que o baixinho deles não chega nem perto. Parte dessa incredulidade se dá porque não sabemos o que é…

A derrota comunicacional da esquerda na América do Sul

Quando a esquerda começou a tomar um por um os governos dos países sulamericanos, quando foi se instalando, aos poucos, uma onda de governos dispostos a fortalecer o papel do Estado, a trincheira buscada pelas forças neoliberais para se reagrupar e rearmar sua estratégia foi a da imprensa. Os danos causados pelas políticas neoliberais foram…

José Serra afasta o Brasil da América Latina

Por Chico Dênis e Alexandre Andreatta As recentes três notas do Itamaraty, o pedido de estudo de custo de postos diplomáticos abertos nos governos Lula e Dilma na África e no Caribe nos últimos anos e o discurso de posse do novo ministro interino das Relações Exteriores, José Serra (PSDB) demonstram que, em menos de…

A imprensa latina, em defesa do cargo de primeira-dama

A repercussão da reportagem que celebrou o recato de Marcela Temer, que causou comoção no Brasil, não é algo inédito nesta América do Sul que viu as mulheres chegarem ao poder, e agora assiste ao que muitos dizem que é a “volta da mulher ao seu devido lugar”. A foto é de março de 2014,…

‘Macri não tem cheque em branco para aplicar ajustes’, diz deputado argentino

Nicolás del Caño, 35 anos, foi o mais jovem a disputar a presidência da Argentina em 2015. Candidato pela coalizão de orientação trotskista Frente de Esquerda e dos Trabalhadores (FIT – Frente de Izquierda y de los Trabajadores), obteve o maior resultado para a esquerda desde 1983, com 812 mil votos (3,27% dos votos), ficando…