Evento discute o zapatismo pós-Marcos

640px-SubMarcosHorseFromAfarMarcos não existe mais. A informação foi transmitida pelo próprio subcomandante no último dia 24 de maio, quando ele e o também subcomandante Moisés convocaram parte da comunidade zapatista e de meios independentes para ouvirem o comunicado “Entre la luz y la sombra” (leia aqui em espanhol).

Há mais de 20 anos, Marcos tem sido a cara pública do Exército Zapatista de Libertação Nacional, e não raro fez as vezes de porta-voz, herói e mito. Mas essa máscara — ou esse personagem, segundo ele próprio — já teria cumprido seu papel. E, da mesma forma como os zapatistas o criaram, eles agora o findam.

Os reflexos desse comunicado ainda estão por vir. Marcos simplesmente trocará de nome, e passará a se chamar subcomandante insurgente Galeano (nome de um professor zapatista assassinado por paramilitares no início de maio)?. Ou o zapatismo reinventará sua luta com novas armas e métodos, tal como já fez outras inúmeras vezes?

Nesta terça-feira (3), uma roda de conversa na casa Mafalda, em São Paulo (rua Célia, 1895) discutirá o zapatismo pós-Marcos. O evento contará com a presença de ativistas que participaram da Escuelita Zapatista em Chiapas em dezembro de 2013 e janeiro de 2014.

Para participar, recomenda-se a leitura do comunicado “Entre la luz y la sombra”.

Outras informações: https://www.facebook.com/events/654708037900139/