Nicanor Parra em 100 palavras e 10 imagens

Nicanor Parra

Nicanor Parra, berço em Chillán, no Chile mapuche. Entre uma irmã Violeta e outros vários, o único que estudou. Abandonou engenharia e direito para fazer e ensinar literatura. Conheceu países onde se reconciliou com sua chilenidade. Amigo de reis, presidentes, militantes, militares. Flertou com o comunismo. O Nobel flertou com ele. Almoçou com Allende, jantou com Patty Nixon. Defendeu que “esquerda e direita unidas jamais serão vencidas”, que Pinochet era melhor que Cuba – assim escapou da tortura. Fez da antipoesia sua arte. Hoje, vive como ermitão em Las Cruces, cercado por suas cruzes e obras visuais. Está completando cem anos.

 

 

Nicanor 3Nicanor 2

Nicanor 1Nicanor 8Nicanor 5Nicanor 7

Nicanor 4Nicanor 6Nicanor 9

  • Lenir Vicente

    E as cruzes não lhe saem da cabeça. “E Violeta foi para o Céu.” Amém.