Paraguai: Assassinato de jornalista expõe tensão no campo

O repórter do jornal do Paraguai ABC Color Pablo Medina, 53, se tornou o terceiro jornalista assassinado no país em 2014. Na tarde de 16 de outubro, voltava de uma apuração na comunidade rural Crescencio González, no departamento de San Pedro, quando foi vítima de uma emboscada. Morreu com ele Antonia Maribel Almada, sua assistente, de 19 anos.

O assassinato aconteceu após duas pessoas de moto vestidas com roupas camufladas interceptarem o carro e dispararem contra Pablo e Antonia. A testemunha é uma outra mulher que estava com eles no carro e, mesmo ferida, conseguiu escapar e pedir ajuda a um trabalhador rural da região. A polícia já prendeu quatro suspeitos pelo crime.

Pablo era repórter do ABC Color havia 16 anos. Trabalhava em Curuguaty, a 250 quilômetros de Assunção, mesma localidade onde aconteceu o massacre em 2012. Segundo o ministro do Interior, Francisco de Vargas, o jornalista sofria várias ameaças por seus trabalhos denunciando produção de maconha na região. No entanto, a região onde Pablo estava, de Crescencio González, destaca-se pelas frequentes denúncias contra o agronegócio. A comunidade pertence à Federação Nacional Campesina (FNC) e ali residem cerca de duas mil pessoas. O que os trabalhadores rurais questionam é o impacto do avanço monocultura de soja para exportação praticada no local, que inclui a fumigação ilegal da região onde eles vivem e trabalham. Segundo a lei ambiental paraguaia, está proibida a pulverização a menos de 100 metros de qualquer região onde existam comunidades. Os cultivos devem ainda contar com barreiras vivas de proteção com pelo menos cinco metros de comprimento e dois de altura.

Muitos trabalhadores rurais se sentem obrigados a vender suas terras – porções pequenas, de 15 hectáres em média – porque a química utilizada na soja acaba destruindo as plantações vizinhas, tornando suas terras improdutivas para outras culturas. Segundo a FNC, os mandiocais de Crescencio González, por exemplo, foram rapidamente destruídos. Para tentar evitar a expansão da soja e a fumigação ilegal, eles realizaram diversos protestos, mas foram duramente reprimidos pela polícia. Em um deles, um tiro de bala de borracha deixou um homem sem olho.

crescencio

Um das empresas proprietária das terras envolvidas no conflito é a Agroganadera Aguaray, do empresário brasileiro Evaldo Araújo. Estima-se que a Agroganadera Aguary cultive soja em pelo menos 30.500 hectáres no interior do Paraguai.

Os trabalhadores rurais cobram do Ministério da Agricultura assistência para fazer com que a lei que impõe condições para a fumigação seja cumprida, por exemplo.

Profissão perigo

No dia de sua morte, Pablo havia visitado Crescencio González para apurar denúncias de destruição da cultura local pela química usada na soja. O jornalista já tinha feito outras reportagens sobre o conflito no campo meses antes de ser assassinado. Clique aqui e aqui e aqui para ler.

una-de-las-coberturas-que-realizo-_595_446_1147246

O irmão de Pablo, também repórter, Salvador Medina, foi assassinado em 2001.

Em junho de 2014, Edgar Pantaleón Fernández Fleitas, 43 anos, foi encontrado morto em casa, com seis tiros na cabeça e um no pescoço. Em seu programa de rádio, denunciava supostas práticas de corrupção do Poder Judiciário em sua cidade. Em 16 de maio, o jornalista Fausto Gabriel Alcaraz, que fazia denúncias sobre o narcotráfico, morreu com dois disparos feitos por desconhecidos em la cidade de Pedro Juan Caballero, na fronteira com o Brasil. Em abril de 2013, também em Pedro Juan Caballero, foi assassinado o jornalista Carlos Manuel Artaza, 45 anos.

  • Hello just wanted to give you a quick heads up. The text in your content seem to be running off the screen in Opera. I’m not sure if this is a formatting issue or something to do with web browser compatibility but I thought I’d post to let you know. The design look great though! Hope you get the issue solved soon. Thanks

  • I just want to tell you that I’m new to blogging and site-building and truly liked you’re blog site. Most likely I’m want to bookmark your blog post . You really have perfect articles. Appreciate it for sharing with us your web site.

  • Geraldo

    Lamentavel