Por que você não pinta um shorts ao redor do pinto?

argentina tetas

Modelo argentina pintada para Copa de 2006

Uma coisa que nunca falta nas Copas do Mundo são as garotas com corpos pintados com as camisetas de sua seleção. Não é uma exclusividade latino-americana, mas é evidente que o continente se dedica de forma especial na conservação e ampliação desse espaço reservado para as mulheres nessa brincadeira de homens.

Como é uma brincadeira de homens, elas têm que estar do jeito que eles querem, e dá-lhe Larisa Riquelme (tem muita gente lamentando a ausência do Paraguai na Copa), Pamela David, Valéria Globeleza e por aí vai.

Mas e se eles estivessem do jeito que elas querem? Talvez essa provocação não seja tão inétida nas conversas de bar, mas nunca foi proposta mais abertamente nos meios de comunicação, como fez a jornalista chilena Bernardita Ruffinelli, que lançou este complexo desafio aos homens em seu blog.

O desafio teve grande repercussão em vários países do continente, e a Rede LatinAmérica reproduz ele aqui: que homem se arrisca a pintar o corpo com uniformes da Copa?

Tive a brilhante ideia de comentar no twitter o que eu achava da moda das meninas pintarem as camisetas das seleções mostrando as tetas, o que pra mim é uma prática que não contribui para a erradicação do sexismo e para a dignidade da imagem femenina com relação ao futebol. Na verdade, creio que existe muita mulherada que curte muito o futebol, eu certamente não sou uma delas, mas as respeto profundamente. E creio que elas deveriam ser as primeiras a se levantar contra esse tipo de coisa.

brasil tetas

Modelo asiática com as cores do Brasil

Os marmanjões responderam, sugeriram que que eu não me metesse em futebol, que isso é bagulho de homem, mas quando aparecem as meninas nuas balançando a bunda e as tetas eles vão correndo votar pela sua madrinha favorita, porque nesse lugar a mulher pode ser parte desse universo.

E então eu me pergunto: por que vocês não pintam um shorts ao redor do pintinho de vocês? Se não é indigno, se não é sexista, se não é uma forma de humilhação feminina para ser parte da festa mundialista (que, ao que parece, não nos pertence tanto quanto a vocês), por que não podemos ver o pau de vocês cobertos de pintura com um emblema nacional? Porque, com certeza, isso nós não veremos.

corpo pintado

Ciclista estadunidense, em bicicletada de peladões com corpos pintados, mas o cara gosta é de baseball. Será que os machões fãs de futebol têm a mesma coragem?

E o mais marmanjão dos marmanjos me responde “essas mulheres gostam é de mostrar mesmo, despois ficam reclamando de sexismo”. Talvez que esse neanderthal não esteja entendendo a dinâmica, e lhe respondo perguntando se ele sabe por quê essa mulher gosta de se mostrar. Para que os babões que salivam ao vê-las assim a possam validar socialmente, para que lhe digam que dessa maneira serão aceitas e veneradas, e lamentavelmente nem todas temos coragem de mandá-los à merda junto com seu machismo de bronhas escondidas.

Às que temos essa coragem, nos cabe o dever de alçar a voz também por elas, inclusive às que parecem felizes mostrando as tetas para enlouquecer a líbido dos torcedores. Se você acha isso tão fantástico, fica o desafio: vai lá, pega uma têmpera, e pinta a pica com a bandeira do seu país, manda uma fota que inclua a tua cara nela e eu te ajudo a fazê-la famosa. Ponho minha mão no fogo em que essa bandeira nunca chegará, mas se você ao menos se colocou hipoteticamente nesse lugar, me diz se isso não é sexista.

  • Brunoct

    Enfia o dedo no cú e rasga! ” mas é evidente que o continente se dedica de forma especial na conservação e ampliação desse espaço reservado para as mulheres nessa brincadeira de homens.”

    Me mostra onde é esse lugar no Brasil que as mulheres se esforçam em fazer pinturas em corpos nus, prova ai. Isso é coisa de uma minoria tão pequena de gente que quer se promover e aparecer na mídia a qualquer custo, não da nem pra mensurar. Não tome como comum a ideia de uma meia dúzia de pessoas.

    • Ogaipa

      Cara, o que o artigo demonstra é algo indiciário, um sintoma. Não quer dizer que todas as mulheres pintam o corpo, mas chama a atenção para a afirmação de determinados papéis assumidos na sociedade. Vários outros poderiam ser elencados, a começar pela sua postura “revoltadinha”.Deve ter ficado chocado de ter visto o bigola do maluco ali né?!?! Mas, se ve uma mina pintada fica todo uriçadinho, não é não?!

    • Raposa

      Tu é retardado ou algo do gênero?
      A pintura do corpo é apenas UM EXEMPLO entre diversos outros que expõe a mulher de forma a torna-la produto de consumo. O texto apenas se apropriou de um desses exemplos.

  • Marco Antônio

    É muito, muito feio…

    • Carlos

      Muito boa ideia..devia ter varios homens assim tb.

      • cristina

        Isso afetaria diretamente a quantidade de mulheres que ele leva pra cama…. pq mulhet nao se anima com ninharia…kkk.

  • Jackeline Santos

    Triste realidade. O sexismo impera, e no mundial não seria diferente.
    Texto muito bom. Válida reflexão!!!!

  • Natalia

    A mulhe usa um tapa sex, e porque o homem também não?

    • Denise

      como se o tapa sexo tapasse alguma coisa!

      • Ivone

        Tapa sexo de c** é rol*

  • Vitor

    Pintar bandeira? Sei não, ideia maluca. Talvez ao invés de pintar bandeira pudesse pintar um guarda chuva, já pensou? pinto de guarda chuva. Bem se ela quer pintar mesmo pode ser até uma camisinha, pinta então uma camisinha e não esquece de colocar pelo menos um botão.

  • mauro

    Os homens no Brasil aprenderam a ter vergonha do proprio sexo, achar que o penis e’ feio ou errado que somente poderia colocar a cara pra fora ‘a trabalho. Coisa de uma sociedadezinha hipocrita e desvalorizada. Todo mundo nasce nu’, e por falar nisso, ja’ viu alguem levar as roupas apos a morte?

    • Caio

      Homens aprenderam a ter vergonha do próprio sexo?? Acho que não, hein? É só ver quantos palavrões a gente tem que fazem alusão ao genital masculino (caralho, por exemplo, que é o mais emblemático). O pênis tá aí em tudo quando é lugar, não encaro isso como vergonha não. Encaro isso como hipocrisia mesmo, de achar que só o corpo da mulher é que deve ser objetificado. O dele não precisa.

  • Iago Bastos

    Concordo que essa necessidade de se expor dessa forma é sintoma de uma sociedade sexista, porém, me parece exagerado a indignação posta nesse desafio:

    “Se você acha isso tão fantástico, fica o desafio: vai lá, pega uma têmpera, e pinta a pica com a bandeira do seu país, manda uma fota que inclua a tua cara nela e eu te ajudo a fazê-la famosa”

    Isso não faz sentido, parece birra de criança. Não é porque acho algo belo ou interessante que eu vá querer reproduzir, ainda mais se tratando de algo relacionado ao corpo de cada um.

    e mais exagero ainda nessa vitimização:
    ” Para que os babões que salivam ao vê-las assim a possam validar socialmente, para que lhe digam que dessa maneira serão aceitas e veneradas(…)”

    Essas mulheres fazem isso na intenção de chamarem atenção e poderem de uma forma ou de outra ganhar a vida com o corpo e a beleza.. talvez uma foto é o suficiente pra conseguirem uma entrevista.. e depois outra entrevista.. e depois outra, até aparecer a oportunidade de um contrato de publicidade.
    Precedentes não faltam, como vc mesmo citou a Larissa Riquelme.. até com a Geyse Arruda deu certo.

    e outra, não me recordo no momento de uma sociedade que “aceite” bem mulheres que ficam com o peito de fora.
    Na minha opinião essas mulheres fazem justamente o contrario – Foda-se a sociedade e o q pensam de mim, quero uma chance de me dar bem.

    E quem não dispõe de coragem ou ‘dotes’ para fazer o mesmo tem duas opções: aplaudir ou criticar

  • Monique

    Eu ri do título. Cada um busca sucesso com o que sabe é com o que tem. Infelizmente para certas mulheres o que elas tem valor é apenas um corpo bonito. Eu acho triste mas cada um tem o direto de fazer o que quiser desde que não ultrapasse o limite do respeito com o próximo. Madonna começou se exibindo e conseguiu transformar sua carreia e hoje é uma rainha do gênero musical, amada e respeitada. Talvez essas moças algum dia consigam achar o sentido na vida delas.

  • julio alan

    Pobres escravas sexuais. Coitadinhas…

  • Antonio C.

    A Carta Capital só está dando bola fora. Da última vez que uma mulher se autodenominou feminista, ela não fez a menor questão de esconder sua consciência reificada e quantificadora de relações. Nem falo de “machismo invertido”, seria simplório demais; é, na verdade, a consideração de que a consciência do agressor é verdadeira (“eu coleciono mulheres, as mulheres colecionam homens” e por aí vai).
    E pra parecer “revolucionária” tem que colocar pau, pinto, porra, caralho e o que mais vier pra tentar superar o seu próprio pudor (se é um pudor de caráter repressivo já dá uma boa discussão). O pior de tudo é que toma as regras do jogo como verdadeiras, sem colocá-las em discussão.
    Vou contar pra vocês o meu jogo sujo. Quando eu olhei para as fotos, eu pensei: “Eu vejo as fotos e EU julgo seus corpos bonitos e EU achei essas pinturas bregas”. Pura apreciação estética, individual e responsável por aquilo que penso.
    Só que a briga começa justamente aí, quando uma determinada pessoa dá um caráter OBJETIVO à sua percepção estética: “Você é bonita, você tem o corpo bonito” e assim por diante.
    Mas as coisas nunca se dão de mão única. Somos percebidos e percebemos.
    Daí decorre a fórmula mágica: “Percebo o que você julga como objetivo em mim (bonito, feio, bom, mal…) e ajo de acordo com a sua percepção sobre mim”. Essa é uma versão reduzida do pensamento de um filósofo francês estrábico e mal lido por aqui. De outro modo, o que é até óbvio, uma mulher que compactua, por meio de suas ações, práticas machistas, ela é, igualmente, machista.
    O post me parece mistificador e abusa das ideias de sempre. Quando um sistema se alimenta com as mesmas informações, as pessoas se sentem calmas e “instruídas”. Até a cibernética desmistifica as consciências…

    • Juliana

      Antônio C. Sofremos de TOC. Só repetindo modelos independente de gênero, raça, ou “classe social”.

      • Antonio C.

        Por qual motivo generaliza (“sofremos”)?

    • Caio

      Parei de ler em “E pra parecer ‘revolucionária’ tem que colocar pau, pinto, porra, caralho e o que mais vier pra tentar superar o seu próprio pudor (se é um pudor de caráter repressivo já dá uma boa discussão).” Se você tá falando do FEMEN, elas não são feministas.

      Tá na CARA que você não conhece absolutamente nada de feminismo e vem falar do que não sabe.

      O feminismo não quer castrar homens. O feminismo não quer matar homens. O feminismo não quer mudar a orientação sexual ou o gênero de ninguém. Só o que elas querem é ser independentes, elas não querem depender de um homem para viver. Mas infelizmente homens como você enxergam essa independência como algo castrador, algo punitivo, que impedirá você de ser homem.

      E pro boçal lá de baixo, falando que as mulheres não encaram suas responsabilidades… Que mulher é tudo vitimista… É FÁCIL falar do oprimido do alto do teu privilégio. Se não sabe do que tá falando, CALE A BOCA.

  • Ernest Resler

    B o b a g em

    • Antonio C.

      Justifique.

  • Sandro

    Diante de tanto delírio, de tanta teoria mirabolante, só posso dizer uma coisa: “O feminismo é uma doença”

    • Erika

      Doença é o machismo, doença é essa dominação masculina sobre a mulher. Doença é uma mina como essa ai da foto ser criada a vida inteira para ser isso, uma mina gata que so consegue reconhecimento ficando pelada e para quem? Olha só, para os homens. Doença é ficar reafirmando esse discurso (como a autora do texto disse) neanderthal. É difícil mudar a mentalidade e os conceitos de quem a vida toda viveu com isso. É preciso ter um pouco de sensibilidade pra entender que algo como isso ai so afirma o que a sociedade machista pensa. Que a mulher é um par de peitos, é uma bunda, uma buceta a disposição. Doença, ou burrice talvez, é esse tanto de gente comentando e nao entendendo o que a autora escreveu, realmente nao entendendo nada. Realmente isso sim é doença, nao uma busca por ser reconhecida sem precisar mostrar o corpo, a busca pelo fim desse tipo de humilhação, pelo fim dessa dominação.

      • Sandro

        Quando vocês mulheres vão deixar de vitimismos e assumir suas responsabilidades minha cara? Você sabe que mulher é exibicionista, principalmente a brasileira. Ninguém obrigou elas a se pintarem. Ahhh por favor, dizer que isso é machismo é muito cinismo. Por isso eu digo que o feminismo é uma doença. Vocês dizem que a mulher não é só peito e bunda né? Então porque protestam peladas? Consegue ver a hipocrisia ou teu cérebro feminista é tão bitolado que não vê? Pergunta pra essas peladas se elas foram oprimidas alguma vez na vida e elas vão te dizer na cara que fizeram isso porque gostam. A mente feminista é tão contra o homem que vocês tentam subverter a ordem e jogar a culpa das safadezas das mulheres em cima de um suposto machismo. Mas veja só, na sociedade antiga, que teoricamente era muito mais patriarcal e machista, não se viam mulheres peladas, como você explica esse dilema? Quanto mais o feminismo avança,mais as mulheres tiram a roupa, mas que coisa não? Bota uma coisa na tua cabeça de feminista, as mulheres se pelam porque gostam, se pelam porque sentem prazer nisso, se tivessem pudor, tentariam mostrar suas qualidades como Marie Curie, pesquisadora reconhecida internacionalmente.

        • Caio

          Elas protestam nuas porque querem mostrar que o corpo é DELAS e que você, no alto do seu privilégio, NÃO TEM QUE OPINAR nem MANDAR EM NADA no corpo delas.

          Você é como muitos outros idiotas por aí que não conhecem NADA de feminismo e já adotaram que ele quer criar campos de concentração masculino, onde suas bolas serão massacradas na marreta.

          Você está tão equivocado, meu caro, mas tão equivocado. Você está tentando posar de vítima de sexismo reverso que ignora o fato de mulheres serem oprimidas e minoria em direitos. Você pode andar na rua sem medo de ser estuprado. Você pode ter vida sexual plena e ativa sem ser chamado de vadio e vagabundo. Você pode ser pai solteiro que a sociedade não vai te julgar. Você pode sair na rua sem camisa que você não vai ser preso. Você não recebe menos de salário porque é mulher.

          E se vier com o argumento chulo de que mulher não luta pra servir nas Forças Armadas, leia esse texto aqui, que tá bem didático. http://mamehame.wordpress.com/2014/06/23/por-que-as-feministas-nao-lutam-pelo-alistamento-militar-obrigatorio/

          E já que você também não conhece nada de ciência, procure Efeito Matilda no Google. E não cague regra no corpo das mulheres. “Pudor, recato” é argumento de masCU!

    • Antonio C.

      Por qual motivo é uma doença?

  • san paradise

    palhaçada ducarai

    por que a gente não seixa assim: pinta quem quer, olha quem quer, admira quem quer e fuck fifa……….troquem discussões tolas por uma criança pobre

    • Antonio C.

      Sim, todas as questões têm acertos e tolices, por isso é que se discute, pra aparar as tolices. Lembre-se que é no meio dos acertos e das tolices que qualquer criança terá que viver…

  • Luciana

    Considero que todas as ações que tomamos na vida são plausíveis de serem aceitas ou não. Não sou a favor de ficar aliando o corpo da mulher ao futebol, cerveja e tudo mais, mesmo porque esse universo não é exclusivo do público masculino. Porém, essas mulheres quiseram expor seus corpos e creio que ninguém as obrigaram! Quanto a comparação entre a pintura no corpo da mulher versus no corpo do homem….esteticamente as pinturas no corpo feminino em maioria saem mais bonitas…tudo depende do bom gosto, do contexto….ninguém fala do apelo sexual que a personagem mística de X Men traz e a atriz ficou toda nua e nem ao mesmo se toca na palavra “machismo”. O nudismo tem conteúdo, a pintura é bem realizada e adequada ao personagem. A grande questão é quem está disposto a viver um “personagem” e “comprar” a ideia do mesmo.

    • Antonio C.

      Concordo. Essa [é a “parte maldita”: se elas não foram obrigadas, elas são cúmplices e alimentam o machismo. Mas isso destroça o raciocínio único (machismo é…; o feminismo é…; maniqueísmos). Pessoalmente, o que menos desejaria chegar é à conclusão de que cada um opina mas não sai da própria zona de conforto para realmente investigar e discutir uma situação ou ideia.

  • antônio sobreira

    Também é detestável ficar com esses álbuns da namoradas de jogadores. Deplorável, inútil e irrealista. Ter que aturar isso …. depois censuram os seios da moças que fazem manifestação política. A solução não é fazer o mesmo com os homens….virar coisas, objetos….resumir a pessoa a sua imagem! Haja paciência!

  • Carla

    Concordo totalmente com a autora! É uma triste realidade a forma sexista como as mulheres são inseridas tanto no futebol, quanto na sociedade em geral! Normalmente como objetos de adorno, que legitimam sua presença através da aprovação masculina.. Mulheres, está mais que na hora de rejeitarmos esta condição/papel! Não esperem que esta luta parta (da maioria) dos homens – como fica claro aqui pelos comentários dos machinhos.

  • Sergio Gonçalves

    A imprensa esportiva é mais machista que a torcida mais machista. Procuram atrair leitores com fotos de mulheres peladas e provocativas. Um grande jornal de São Paulo especializou-se nas “musas do campeonato”. Naturalmente, usam moçoilas que precisam lançar-se na carreira; modelos, acompanhantes, o que seja. Mas não participam das passeatas das VADIAS.

  • Convido todos a conhecerem este site: http://www.homenslibertemse.com

  • Jose

    Quem são vocês para dizer o que elas podem fazer ou não? Vão cuidar da própria vida

  • Beatriz

    Morro de pena dessas moças que mostram os peitos pelo futebol. São umas coitadas, escravas sexuais, obrigadas a fazer isso. Nós deveríamos libertá-las, quebrar as correntes que estão nos pézinhos lindos e delicados delas. BASTA HOMENS!! BASTA DE OBRIGAR AS MULHERES A MOSTRAR OS PEITOS!!
    Ps. AMO FUTEBOL, sou da torcida feminina do meu time, e NUNCA precisei mostrar peitos pra ser aceita nesse meio.

    • André Carlos Soares

      É que com certeza você é o AMIGÃO da galera!

    • Carlos Fuentes

      As feministas mostram os peitos nos seus protestos.

      E tem certeza que essas mulheres foram obrigas a ficarem peladas com os corpos pintados?

  • Pingback: Por que você não pinta um shorts ao redor do pinto? | FórumNaCopa()

  • Paula Tejando

    Mulheres amargas invejando o corpo de mulheres gostosas que gostam de aparecer. Como se isso fosse novidade. Achei que as feministas tivessem o discurso no sentido deixar a mulher se vestir como quisesse, com ou sem roupa (“somos todas vadias”). Só não reclamam quando as mais despidas não são atraentes. Hora de crescer e deixar esse complexo de inferioridade de lado, meninas! Mordidinha no ombro.